Rótulos chilenos são atração no turismo (por: Mirella Borelli )

Na busca de um bom vinho, não podemos deixar de comentar sobre o Chile. Muito mais que belas paisagens, rótulos específicos para os diferentes paladares. O Chile é dividido em 14 regiões produtoras de vinho. Seus rótulos são mundialmente famosos por agradarem os paladares mais exigentes. Essa característica deriva de sua natureza única. Alem das estações bem definidas, com frios e verões marcantes, apresenta a proteção da Cordilheira dos Andes e é banhada pelo Oceano Pacífico.

Essas duas características em particular, fazem com que as vinícolas ousem na produção de seus vinhos, repousando seus rótulos no fundo do oceano para que descansem em temperatura e iluminação ideal, que moldam os aromas e a acidez da bebida. Segundo esse site, os vinhos tintos estão entre os melhores do mundo e totalizam 60% da produção nacional. E não é a toa. O país é formado por desertos e climas áridos, planícies de sal, frio banhado a neve e calor ameno. É nessa mistura ideal que encontram-se belas paisagens e grandes produtores de vinhos. Também faz com que o país seja bastante procurado para o turismo.

A melhor época para conhecer o país é entre fevereiro e março, período de colheita das uvas. O Valle de Colchagua é o maior produtor de vinhos finos e fica a 130km da capital Santiago. Os passeios para conhecer as vinícolas iniciam na cidade de Santa Cruz e os turistas podem, ainda, viajar pelo Trem do Vinho, que passa por diversos vinhedos. Nesta região estão as vinícolas: Viu Manent, Estampa, Santa Helena e a tradicional Casa Silva. Nesta região, cerca de 90% de sua produção está voltada ao cultivo de castas tintas.

Quem prefere o vinho branco, deve incluir na sua rota uma visita à região de Casablanca, onde se encontram as vinícolas produtoras dos melhores vinhos brancos chilenos. A região central do país está a 70km da capital e se destaca pela produção de Sauvignon Blanc e Chardonnay. Também é responsável pela produção de PinotNoir, utilizado em vinhos tintos.

As vinícolas mais tradicionais do país se encontram no Vale de Maipo. Foi a primeira região do país a conquistar reconhecimento mundial devido aos seus vinhos de alta qualidade. O seu estilo único ficou conhecido como o estilo chileno, cujo verdadeiro nome é “Cabernet Sauvignon de Maipo”. Por ser a capital do pais, muitos de seus vinhedos tiveram que ser replantados em outras regiões para dar espaço a bairros residenciais. Porém, não fez com que a qualidade de sua produção diminuísse. Ao contrário. Seu solo jovem, proveniente do granito e material vulcânico é ideal para o crescimento de uvas e seu alto PH proporciona frutas de baixa acidez. É neste cenário que se encontra a vinícola Concha y Toro.

Em sua rota de viagem, não deixe de acrescentar uma visita as mais tradicionais vinícolas chilenas. Para tanto, é preciso entrar em contato e agendar o tour com antecedência.

Mirella Borelli


Mirella Borelli, é estudante de comunicação e leitora do blog. Ela se considera uma jovem apreciadora do vinho e disse que herdou esta paixão do tio.
Ela entrou em contato conosco e deu sua colaboração ao blog com um texto de sua autoria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s